Portugal de Norte a Sul: 7 Escapadinhas românticas inesquecíveis

Portugal está coberto de pequenos paraísos.

Ideais para escapadelas românticas de última hora. A momondo, motor de busca de viagens, percebe que optar de entre tantos destinos fantásticos não é fácil e, por isso, selecionou 7 locais que certamente farão as delícias da sua cara-metade… e as suas.

Óbidos, romance dentro de muralhas

O cariz medieval e aspecto de “conto de fadas” fazem de Óbidos um destino ideal para um fim de semana romântico.

Comece por brindar ao amor com uma ginginha de Óbidos num copo de chocolate para aquecer o ambiente. Depois, aproveite os ares frescos vindos da Serra D’el Rey enquanto visita cada esquina e ruela pitoresca. Suba as muralhas e contemple a paisagem que o rodeia, mas não fique por aí. A vila é conhecida por albergar inúmeras igrejas e o Museu Municipal de Óbidos.

Esta escapadinha romântica a dois, em Óbidos, não pode terminar sem um passeio a cavalo: coloque a coroa e aja como se fosse da realeza durante um fim de semana.

Sintra, romântica até de passagem

Tal como na Vila de Óbidos, o som dos cascos dos cavalos faz parte do ambiente. O ar é fresco, a vegetação é densa e a concentração única de chalés por metro quadrado vai conquistá-lo.

Terra digna de príncipes e princesas, em Sintra a primeira paragem obrigatória é o Palácio da Vila, seguido obviamente de outros como o de Seteais ou o de Monserrate, onde se irá deslumbrar com os jardins.

E claro que o Santo Graal é o Palácio da Pena, no cimo da serra, com vista para o oceano Atlântico, Cascais, Lisboa e Mafra.

Se quiser aproveitar bem o fim de semana, dê um pulinho à Praia das Maçãs, Praia da Adraga, às Azenhas do Mar e ao Cabo da Roca, conhecido como o ponto mais ocidental da Europa.

Não se venha embora sem provar os dois doces regionais: Queijadas e Travesseiros de Sintra.

Aveiro: a Veneza portuguesa

Comece o seu fim de semana de sonho num pequeno moliceiro que atravessa a Ria de Aveiro. Assim irá descobrir os segredos dos vários canais da ria e observar a Arte Nova que constitui grande parte dos edifícios do centro da cidade.

Para um passeio a pé, opte por uma visita à Reserva Natural das Dunas de São Jacinto, onde poderá cruzar-se com o ganso patola, a gaivota tridáctila, a andorinha do mar e a cotovia de poupa, entre outras.

De regresso ao centro de Aveiro, desfrute da vida urbana e prove algumas das maiores maravilhas gastronómicas regionais: caldeirada de enguias e um leitão à Bairrada, ou uma chanfana de borrego para prato principal, seguido de ovos moles e bolachas americanas para a sobremesa.

Ponte de Lima, onde há pontes há romance

Considerada por muito como a cidade mais antiga do país, obteve o seu nome graças à ponte romana que atravessa o rio Lima. Situada no Alto Minho, Ponte de Lima é perfeita para passeios de mão dada pelo seu centro histórico – as ruas são pitorescas, cheias de animação mas, ao mesmo tempo, calmas. A Igreja Matriz, o Chafariz Renascentista na Praça Luís de Camões, a Capela do Anjo da Guarda e o Museu do Vinho Verde são locais de visita obrigatória. Passar a ponte a pé é também um must.

Sempre com vinho verde a acompanhar, não deixe de provar os tradicionais arroz de sarrabulho com rojões de porco, bacalhau de cebolada e arroz de lampreia.

Évora: mais muralhas, mais romance

Dentro do centro histórico de Évora, envolvido por muralhas, encontrará diversos monumentos para conhecer durante a sua escapadela romântica, como o Templo de Diana/Templo Romano de Évora, que recorda a presença da civilização romana na cidade.

Pelas ruas e edifícios históricos o branco vai-se destacar e oferecer-lhe o cenário perfeito para caminhadas a dois. Para comer, opte por especialidades como carne de porco e açorda à alentejana, migas e gaspacho, acompanhadas de vinho alentejano.

Poderá ainda visitar a Universidade de Évora, o antigo colégio do Espírito Santo, o Museu de Évora – que tem uma coleção de arqueologia, arte e o espólio dos conventos da cidade – e ainda o Museu de Arte Sacra na Sé de Évora.

Acima de tudo, aproveite para descansar junto da sua cara-metade.

 

Comporta, mesmo sem calor

Com o Atlântico a espreitar, porque não apostar na Comporta? Fevereiro é época baixa, por isso terá todas as ruas para si!

A água na praia da Comporta não estará convidativa para um mergulho, mas um passeio à beira-mar é das coisas mais românticas que pode fazer, antes de mirar calmamente o pôr do sol junto de quem mais ama.

Reserve tempo para visitar o Museu do Arroz: o espaço é perfeito para um jantar romântico e oferece, ainda, uma espécie de tributo à orizicultura, uma grande tradição da região.

Aproveite todos os recantos da aldeia, cada café, mercearia e restaurante para uma pausa.

 

Coimbra e o encanto na hora da despedida

As cidades antigas são, quase só de si, cidades românticas. Coimbra alberga a mais antiga universidade do país, é a cidade dos estudantes e do conhecimento. Divide, com Lisboa, a paternidade do Fado e oferece uma vista única para o rio Mondego.

Visitar a Universidade de Coimbra é uma das prioridades pois, graças a estar situada na colina mais alta da cidade, oferece uma vista 360º de tirar o fôlego.

Para tornar o seu fim de semana ainda mais romântico, que tal visitar a Ponte Pedonal Pedro e Inês e a Quinta das Lágrimas, cenário do romance entre D. Pedro e D. Inês de Castro?

 

Se ainda não sabia para onde fugir no Dia dos Namorados, opte por qualquer um destes 7 magníficos destinos e ofereça à sua cara-metade a melhor prenda de sempre: tempo de qualidade consigo, enquanto descobre novos locais, hábitos e pessoas.

Dê a sua opinião